Pinda abre inscrições para Prêmio Mestre Cultura Viva

A Prefeitura de Pindamonhangaba, por meio da Secretaria de Cultura e Turismo, abre inscrições para o concurso cultural “Prêmio Mestre Cultura Viva de Pindamonhangaba”.

O concurso selecionará 5 mestres, que precisam ter mais de 60 anos e comprovação de sede ou domicílio há mais de dois anos no município de Pindamonhangaba, além de se reconhecerem ou serem reconhecidos por sua comunidade como herdeiros dos saberes e fazeres da tradição oral, tais como: artes, cura e ofícios tradicionais, líder religioso de tradição oral, brincante, contador de histórias, poeta popular e outras categorias socioculturais que através do poder da palavra, da oralidade, da corporeidade e da vivência, dialoga, aprende, ensina e torna-se a memória viva e afetiva dessa tradição.

O intuito do concurso é instituir uma política de transmissão da tradição oral em diálogo com a comunidade, para o fortalecimento da identidade e ancestralidade do povo brasileiro por meio de reconhecimento político, econômico e sociocultural daquelas pessoas consideradas Mestres de tradição oral.

A cultura da tradição oral é o universo de vivências, saberes e fazeres da cultura de um povo, etnia, comunidade ou território, pode ser criado e recriado, é transmitida e reconhecida coletivamente através da oralidade de geração em geração, com linguagem própria da percepção, elaboração, expressão, que possui uma prática singular de transmissão de reconhecimento de acordo com a territorialidade.

Por meio do seu edital, o “Prêmio Mestre Cultura de Pindamonhangaba”, se fundamenta nos artigos 215 e 216 da Constituição Federal de 1988, e estabelece a cada um dos selecionados um certificado e 2000 reais como prêmio.

As inscrições já estão abertas e vão até o dia 8 de julho. Podem ser entregues e protocoladas de segunda a sexta-feira, das 9h às 16h, no Departamento de Cultura, ou enviadas para o e-mail: cultura@pindamonhangaba.sp.gov.br, em um único PDF, com o assunto “Inscrição Edital de Mestres 2022”.

Os anexos necessários para inscrição são: Requerimento de Inscrição, declaração de reconhecimento comunitário por instituições públicas ou privadas de caráter cultural com ou sem fins lucrativos, três declarações de aprendizes do mestre, ou seja, de pessoas que já aprenderam ou estão em processo de aprendizagem prática dos fazeres e saberes transmitidos pelo mestre em questão, procuração (quando o mestre for representado por um parente direto) e declaração de indicação de conta corrente.

Os documentos necessários para inscrição são: Cópia simples do documento de identidade (oficial) do proponente que contenha R.G. e foto (ou outro documento de identidade com força legal: carteira de trabalho, de motorista, de entidade oficial de classe), cópia simples do CPF, comprovante de residência, indicação de “conta bancária” aberta, em nome do Mestre ou seu representante legal, para depósito da possível premiação, documento de identificação do responsável legal pela inscrição do Mestre (filho (a)/neto (a)), se for o caso, e currículo completo e portfólio do proponente, candidato à Mestre.

Eventos online de lançamento – Entre os dias 30 de maio e 04 de junho haverá uma programação de lançamento com eventos online separados por episódios.

No dia 30 de maio ocorre o episódio 1 com “Dona Yolanda” às 19h e o episódio 2 com “Dona Tunica” às 19h15. No dia 31 de maio, às 19h tem o episódio 3 com “Callipo” e às 19h15 o episódio 4 com “Dona Benedita”. No dia 01 de junho acontece o encontro virtual 1 na plataforma zoom às 19h30, além do episódio 5 com “Seu Pedrinho” às 19h e episódio 6 com “Walter Leme” às 19h15. No penúltimo dia de programação, dia 02 de junho, ocorrem os episódios 7 e 8, com “Dona Maria” às 19h e “Dona Maria Tereza” às 19h15

Para encerrar, no dia 03 de junho, se realiza o encontro virtual 2, às 19h30, na plataforma zoom, além do lançamento do e-book do projeto, com fotos de Claus Lehmann e texto do Coletivo Caipira e de Suzana L. S. Ribeiro (Ao final do segundo Encontro Virtual 2).

Por Ascom PMP

Deixe um comentário