Homem é preso por estelionato após criar ‘máquina de copiar dinheiro’ em Bragança Paulista

De acordo com a polícia, o homem montou uma máquina com peças antigas e dizia que o equipamento era capaz de duplicar dinheiro.

Um camaronês de 50 anos foi preso por estelionato nesta segunda-feira (10) após criar uma “máquina de copiar dinheiro” em Bragança Paulista (SP). Segundo a polícia, o homem forjava ter uma máquina de duplicar dinheiro e levava as notas das vítimas, entregando cédulas falsas (veja acima).

O homem é natural de Camarões, na África, e mora na capital paulista, mas aplicava os golpes em empresários e donos de comércios de Bragança. De acordo com a polícia, o homem montou uma máquina com peças antigas e dizia que o equipamento era capaz de duplicar dinheiro.

Ele colocava a nota em um compartimento e depois que o equipamento fazia um ‘procedimento’, saía a nota duplicada. Uma das vítimas denunciou o homem a polícia depois que ele tentou comprar equipamentos em sua loja usando notas retiradas do equipamento.

Homem montou equipamento e forjava máquina de copiar dinheiro — Foto: Divulgação/Polícia Civil
 Foto: Divulgação/Polícia Civil

O homem foi preso em flagrante nesta segunda-feira quando se preparava para operar o equipamento. Segundo a polícia, a ‘máquina’ não passava de uma união de peças antigas de equipamentos, com um visor e uma gaveta duplicada. Era nessa gaveta que ele colocava as notas e, empurrando sem que a vítima percebesse, ela via as notas duplicadas – que na verdade eram falsas – no compartimento.

O homem vai responder por estelionato. A polícia não informou os valores e quantas vítimas ele pode ter feito. Com ele, foram apreendidos pacotes de fita e talco sem cheiro, usados para a máquina.

Deixe um comentário