Cruzeiro recebe apoio estadual para reforçar frota da Guarda

Iniciativa busca aumentar segurança na zona rural; cidade é contemplada também com cursos de qualificação profissional

Assinatura de convênio com apoio do Governo do Estado; Cruzeiro reforça guarda municipal (Foto: Divulgação PMC)

Terceira cidade mais violenta da região em 2021, Cruzeiro recebeu na última semana do Governo do Estado um reforço na frota municipal para intensificar o patrulhamento na zona rural e em outros pontos críticos da cidade. Além de melhorias no setor da Segurança Pública, o Município foi contemplado também com dois programas estaduais de capacitação profissional.

Durante entrevista ao programa ‘Atos no Rádio’ na última terça-feira (21), o prefeito de Cruzeiro, Thales Gabriel Fonseca (PSD), explicou que na última sexta-feira (17) esteve no Palácio dos Bandeirantes, em São Paulo, onde assinou três convênios com a gestão do governador João Doria (PSDB). O primeiro acordo, firmado junto à secretaria estadual de Agricultura, garantiu ao Município a doação de uma viatura, através do programa “AgroSP+Seguro”.

Avaliada em cerca de R$ 180 mil, a caminhonete, modelo S10 da marca Chevrolet, será utilizada pela Guarda Civil Municipal para intensificar o patrulhamento na zona rural. “Essa viatura nos ajudará a reforçar o combate à criminalidade na zona rural, onde recentemente registramos alguns casos de furtos de gado e de objetos de propriedades. Em breve, receberemos mais dois veículos, através de emenda parlamentar, que também serão incorporados à frota da Guarda Civil Municipal no começo de 2022, possibilitando que a corporação tenha mais condições de auxiliar as demais forças de Segurança”, ressaltou Fonseca.

De acordo com a secretaria de Segurança Pública de Cruzeiro, a Guarda Civil Municipal, que conta com 58 agentes, possui atualmente uma frota composta por cinco veículos, sendo duas camionetes e três carros. A corporação passa por um momento de reformulação, já que a Prefeitura pretende garantir que parte dos agentes comece a atuar armada a partir do próximo ano. Segundo Fonseca, estão em fase final as tratativas com a PF (Polícia Federal) para que sejam realizados os treinamentos e a consequente autorização para a aquisição do armamento.

A reestruturação da Guarda Civil Municipal é uma das principais apostas do Executivo para tentar conter o aumento de mortes violentas na cidade. Segundo dados da SSP (secretaria de Segurança Pública do Estado), Cruzeiro contabiliza trinta vítimas de assassinato entre janeiro e outubro deste ano. O montante supera em 25% o registrado no mesmo período de 2020, que foi de 24 casos. O número coloca a cidade como a terceira mais violenta da região, ficando atrás apenas de Taubaté (42) e de São José dos Campos (40).

Assistência social – Os outros dois convênios assinados por Fonseca em São Paulo garantem adesão aos programas estaduais “Escolas de Qualificação Profissional” e “Cozinhalimento”. O primeiro projeto atenderá sessenta moradoras de Cruzeiro em 2022, que receberão cursos de capacitação no setor da Beleza, aprendendo procedimentos como maquiagens e tratamento de cabelos, sobrancelhas, cílios e unhas. A expectativa municipal é que através dos ensinamentos as alunas ganhem uma nova profissão e consigam obter renda.

Já o segundo convênio possibilitará no ano que vem a implantação de uma cozinha piloto experimental na cidade, onde serão oferecidos cursos de capacitação profissional, como o de panificação, confeitaria e de produtos diet. Após as aulas, os alimentos serão doados às escolas públicas de Cruzeiro, reforçando a merenda oferecida aos alunos.

O local onde será instalada a cozinha piloto experimental será definido pelo Executivo até o fim deste ano.

Por Lucas Barbosa | Jornal Atos

Deixe um comentário