Chuva causa transtornos com queda de árvores, residencias e comércios destelhados na região

Guaratinguetá foi uma das cidades mais atingidas na tarde desta segunda-feira (27).

Árvore é retirada do solo com forte chuva que atingiu Guaratinguetá — Foto: Vitoria Miranda/ Vanguarda Repórter
Foto: Vitoria Miranda

Um temporal provocou queda de árvore e alagou ruas na tarde desta segunda-feira (27) em Guaratinguetá (SP). Outras cidades também foram afetadas.

Uma árvore foi arrancada com parte da raiz no bairro Colônia do Piagui. A Ponte Frei Galvão também acabou obstruída com a queda de uma árvore, que deixou a pista repleta de galhos.

Na Escola de Especialistas de Aeronáutica (EEAR) parte do telhado foi levado pelo vento. Em nota, a EEAR informou que algumas estruturas foram danificadas, mas que não há vítimas. Segundo a instituição, equipes de infraestrutura atuam para analisar os danos e reparar o que for possível.

Telhado na EEAR foi derrubado pelo vento forte em Guaratinguetá — Foto: Reprodução/ Aqui você faz a Notícia
Foto: Reprodução/ Aqui você faz a Notícia

A Defesa Civil também foi acionada pela reportagem, que aguardava retorno até a atualização mais recente do texto.

Telhado na EEAR foi derrubado pelo vento forte em Guaratinguetá — Foto: Reprodução/ Aqui você faz a Notícia
Foto: Reprodução/ Aqui você faz a Notícia
A Ponte Frei Galvão foi obstruída com a queda de uma árvore. — Foto: Cap Wagner Guimarães/Polícia Militar
A Ponte Frei Galvão foi obstruída com a queda de uma árvore. — Foto: Cap Wagner Guimarães/Polícia Militar
Moradores registraram os ventos fortes que atingiram Guaratinguetá na tarde desta segunda-feira (27) — Foto: Rafaela Cris/ Vanguarda Repórter
Moradores registraram os ventos fortes que atingiram Guaratinguetá na tarde desta segunda-feira (27) — Foto: Rafaela Cris

Lorena

A avenida Peixoto de Castro ficou interditada devido a várias quedas de galhos. Na cidade também foram registrados destelhamentos causados pelo forte vento na Vila Geny.

Aparecida

A Defesa Civil informou que registrou três quedas de árvores e a abertura de dois buracos. Um deles foi aberto na rua Major Manoel M. de Castilho, no bairro São Sebastião, e outra na avenida Getúlio Vargas.

Na Rua Maria Augusto Lina Reis houve queda e acumulo de terra no local. Equipes atuavam no local fazendo a limpeza às 17h40.

Avenida Peixoto de Castro foi interditada por queda de árvores na tarde desta segunda-feira (27), em Lorena — Foto: Lucas Leonel/ Vanguarda Repórter
Avenida Peixoto de Castro foi interditada por queda de árvores na tarde desta segunda-feira (27), em Lorena — Foto: Lucas Leonel

Taubaté

A Defesa Civil informou que registrou uma ocorrência de queda de galhos que obstruíram a avenida Marcílio Siqueira Frade.

O Corpo de Bombeiros atendeu uma queda de árvore de grande porte sobre dois carros na estrada municipal de Itapecerica, bairro Fonte Imaculada. Não há feridos.

Corpo de Bombeiros e Defesa Civil atenderam uma ocorrência de árvore sobre carros em Taubaté  — Foto: Divulgação
Corpo de Bombeiros e Defesa Civil atenderam uma ocorrência de árvore sobre carros em Taubaté — Foto: Divulgação

Fenômeno

De acordo com o meteorologista Gustavo Escobar, do Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (Inpe), a cidade de Taubaté e o Vale Histórico foram os locais mais atingidos por fortes rajadas de vento e até chuva de granizo.

Ainda segundo o meteorologista, isso ocorreu devido ao calor e o sistema de baixa pressão, popularmente conhecido como “cavado”, que atingiu a região. Ainda podem ocorrer mais tempestades durante a tarde desta segunda nestas cidades.

Deixe um comentário