Pazuello é nomeado secretário de Estudos Estratégicos do governo

Nomeação reflete no processo administrativo instaurado pelo Exército contra o ex-ministro da Saúde

O cargo é enquadrado na Direção e Assessoramento Superior (DAS), nível 6, com remuneração equivalente a R$ 16.944,90. | | Isac Nóbrega/PR
Foto: Isac Nóbrega/PR

O ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello foi nomeado, nesta terça-feira (1.jun), para a chefia da Secretaria de Estudos Estratégicos, departamento da Secretaria Especial de Assuntos Estratégicos. 

A nomeação saiu horas antes do Exército se posicionar quanto ao processo administrativo contra o general, aberto em 24 de maio, pela participação de Pazuello em ato político realizado por Bolsonaro um dia antes. Ambos dispensaram a utilização de máscara. Em 27 de maio, o ex-ministro apresentou sua defesa ao Quartel.

O novo posto de Pazuello foi criado em 2008, mas foi extinta na reforma ministerial de 2015. A volta da secretaria, ligada à Presidência da República, foi por medida provisória em 2017.

O cargo é enquadrado na Direção e Assessoramento Superior (DAS), nível 6, com remuneração equivalente a R$ 16.944,90. A nomeação foi assinada pelo chefe da Casa Civil, ministro Luiz Eduardo Ramos.

Caso não haja arquivamento sumário do processo, Pazuello será chamado para fazer a sustentação oral de sua defesa. Se punido, o general pode receber advertência, uma repreensão oral ou ser preso.

Deixe um comentário