Homem é multado em R$ 3 mil por manter aves em cativeiro ilegalmente em Pinda

Um homem foi multado em R$ 3 mil na tarde desta quinta-feira (3) por manter aves em cativeiro ilegalmente em Pindamonhangaba. Uma das aves tinha uma anilha de identificação, mas ela foi adulterada. Os pássaros foram apreendidos e levados para um órgão ambiental.

De acordo com a Polícia Ambiental, uma equipe foi até a casa do suspeito no bairro Residencial Mantiqueira para uma fiscalização de rotina. O homem era cadastrado como um criador de aves amador e deveria seguir apresentar o registro das aves periodicamente a órgãos ambientais, mas isso não foi feito.

Na casa do homem os policiais encontraram cinco gaiolas, cada uma com um canário-da-terra, que é considerada uma espécie de ave silvestre. Para manter esse tipo de pássaro em casa é necessário autorização de órgãos ambientais. Apenas uma das aves tinha identificação, mas ela havia sido adulterada.

O suspeito afirmou que todos os pássaros haviam aparecido no quintal da casa. Ele não tinha autorização para manter nenhuma ave em cativeiro e foi levado para a delegacia, junto com os pássaros.

O homem foi multado em R$ 3 mil e vai responder por crime ambiental em liberdade. As aves foram apreendidas e levadas para o Centro de Animais Silvestres (Cetas), de Lorena, onde serão avaliadas e tratadas.
Fonte: G1/Vale do Paraíba
Foto: Divulgação/Polícia Ambiental

Deixe um comentário